RADAR INFOMONEY Méliuz (CASH3): o que explica a disparada da ação? Por que ela está subindo mais de 7% só nesta sexta?

Méliuz (CASH3): o que explica a disparada da ação? Por que ela está subindo mais de 7% só nesta sexta?

Mercado

Deputado teria oferecido propina para favorecer Oi; Credit vê reação negativa e ação cai

Segundo reportagem da Veja, deputado federal Vicente Cândido (PT-SP) ofereceu "honorários" para Bechara, em reunião realizada em Brasília, para que atuasse em favor da operadora

SÃO PAULO – A notícia envolvendo acusação de propina de deputado federal para favorecer a operadora Oi (OIBR3; OIBR4) não repercute bem no mercado nesta segunda-feira (26). As ações ordinárias da empresa lideravam às 10h38 (horário de Brasília) as perdas do Ibovespa, com queda de 2,73%, sendo cotadas a R$ 4,27. Um pouco mais distante apareciam as preferenciais, que recuavam 1,02%, a R$ 3,89. No mesmo horário, o índice subia 0,11%, a 52.255 pontos. 

Em relatório, o analista Andrew Campbell, do Credit Suisse, aponta que a notícia é negativa para a empresa, uma vez que o processo agora deve demorar mais tempo para ser concluído diante das acusações.

De acordo com reportagem da revista Veja, o deputado federal Vicente Cândido (PT-SP) é acusado de oferecer propina a um conselheiro da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para favorecer a Oi. Segundo a publicação, o parlamentar se reuniu em Brasília com Marcelo Bechara, conselheiro da Anatel, indicado para o cargo pelo PMDB, em 6 de agosto, para tratar da cobrança de multas bilionárias aplicadas à Oi pela agência. 

Na ocasião, Cândido teria oferecido propina para Bechara para que atuasse a favor da operadora, que possui atualmente dívidas que somam mais de R$ 10 bilhões – cifra astronômica, ainda mais quando comparado com o seu valor de mercado, estimado em menos de R$ 8 bilhões.   

Isso porque o destino da Oi é motivo de preocupação para o governo do ex-presidente Lula, uma vez que a fusão da empresa com a Brasil Telecom, um dos maiores negócios da história do setor, ocorreu em 2008 com apoio do governo. Com isso, a possibilidade do insucesso da empresa causar danos políticos às próximas eleições em que o PT pretenda estender sua permanência no poder, aponta a publicação. Em resposta à Veja, Cândido admitiu ter perguntado a Bechara “se ele tinha honorários”. O deputado confirmou ter atuado a favor da operadora, mas afirmou que não recebeu por isso.