Deputado da base aliada de Arruda é eleito presidente da Câmara do Distrito Federal

Wilson Lima derrotou o vice-presidente da Casa, Cabo Patrício, que representava a oposição, por 15 votos a 9

SÃO PAULO – O deputado Wilson Lima (PR) foi eleito presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal nesta terça-feira (2), por 15 dos 24 votos, com aval do governador José Roberto Arruda que teria pedido um nome de confiança que assumisse o desgaste político de defendê-lo abertamente. Lima derrotou Cabo Patrício (PT), vice-presidente da Casa e representante da oposição na disputa.

O novo presidente substituirá Leornardo Prudente, que é suspeito de estar envolvido no esquema de pagamento de propinas a deputados do Distrito. Prudente estava afastado pela Justiça do cargo e renunciou sem apresentar justificativas. Segundo relatou a FolhaOnline, o ex-presidente foi pressionado por governistas a entregar o cargo, a fim de evitar que Patrício ficasse no controle das investigações.

Lima afirmou que uma de suas primeiras medidas será recorrer contra a decisão da Justiça de afastar do julgamento do processo de impeachment do governador oito deputados distritais supostamente envolvidos no esquema de corrupção. Segundo o novo presidente, a Casa pode descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece o teto para gastos.

PUBLICIDADE

Isso porque os suplentes devem assumir durante votação de pedidos de deposição de Arruda, o que elevaria o número de parlamentares da Casa de 24 para 32. “A Constituição diz que o número de parlamentares é 24. Agora, tem toda essa confuão que vamos ter 32 deputados, sendo que parte só vai participas de votações específicas”, argumentou.

Cabo Patrício, que ocupava interinamente a presidência, havia pedido abertura de crédito suplementar de R$ 613 mil para arcar com as despesas pela convocação dos deputados suplentes.