Eleições 2018

Depois de Luciano Huck, mais um apresentador surge como outsider na corrida presidencial

"Eu me proponho a ser candidato ao Senado. Agora, se pintar a possibilidade de ser candidato à Presidência, talvez eu tente ajudar o meu País", afirmou José Luiz Datena

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Depois do fenômeno Luciano Huck e Joaquim Barbosa, desta vez que se lança para ser o novo outsider das eleições presidenciais de 2018 é o apresentador da rádio e TV Bandeirantes, José Luiz Datena. “Eu me proponho a ser candidato ao Senado. Agora, se pintar a possibilidade de ser candidato à Presidência, talvez eu tente ajudar o meu País”, afirmou ao blog de política do Estadão BR18.

Recém-filiado ao DEM, o apresentador, que até mês passado tinha desistido da ideia, reforçou seu desejo em concorrer a uma vaga no Senado, em uma chapa que deve ser formada com o pré-candidato ao governo de São Paulo, João Doria (PSDB), segundo informações do Painel da Folha.

Contudo, a maior surpresa foi sua inclinação de lançar uma candidatura à Presidência após encontro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pré-candidato ao Planalto pelo DEM. Segundo Datena, trata-se de uma decisão “mais do partido do que minha”, que está de olho na falta de um candidato com força para enfrentar Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) nas eleições presidenciais.

PUBLICIDADE

Segundo informações do Estadão, além da escolha de Datena, Maia também está em consulta com os partidos aliados do “centrão” para avaliar outras alternativas, como a unificação de uma chapa. Enquanto isso, Datena se comprometeu a conversar sobre essa possibilidade com João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes: “quero ser candidato para ajudar o povo”, afirmou o apresentador.

Quer saber mais sobre o cenário político e como se aproveitar dele? Conheça o Mapa Político