Depois de 22 anos, PFL muda de nome para Partido Democrata

A nova legenda também deve contar com uma nova diretoria, mas pretende continuar defendendo as políticas liberais

SÃO PAULO – O PFL (Partido da Frente Liberal) irá mudar seu nome para PD (Partido Democrata). Nesta tarde, a executiva da legenda aprovou a alteração, que ainda precisa ser referenciada na convenção do partido dia 28 de março.

Segundo a Agência Câmara, o objetivo do PFL é modificar seus quadros, já que, nas últimas eleições, conquistou apenas 65 cargos de deputados e um de governador. Na próxima votação, o partido pretende ter candidatos em todas as cidades com mais de 100 mil habitantes.

Histórico

O PFL nasceu em 1985, como uma dissidência do PDS e com o objetivo de apoiar a candidatura de Tancredo Neves à presidência naquele ano.

PUBLICIDADE

Segundo a Agência Senado, o partido pretende defender o aumento das privatizações, o fim da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) e das medidas provisórias.

Alteração nos quadros

Todos os chefes dos diretórios serão substituídos, inclusive o atual presidente nacional do partido, Jorge Bornhausen, irá deixar o cargo. Estão cotados para substituí-lo os deputados Rodrigo Maia e ACM Neto.