Advogados

Defesa de Lula diz em nota que condenação do ex-presidente “ataca” a democracia

"É uma grande preocupação para o povo brasileiro e para a comunidade internacional", afirmaram os advogados

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em nota divulgada no fim da tarde desta quarta-feira (12), os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltaram a dizer que o petista é “inocente”. Para eles, a investigação foi “politicamente motivada” e o julgamento “ataca o Estado de Direito no Brasil”.

Os advogados disseram ainda que Moro deveria “se afastar de todas as suas funções”. Na tarde desta quarta, o juiz Sérgio Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex.

“O presidente Lula é inocente. Por mais de três anos, Lula tem sido objeto de uma investigação politicamente motivada. Nenhuma evidência crível de culpa foi produzida, enquanto provas esmagadoras de sua inocência são descaradamente ignoradas”, diz a nota assinada pelos advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins.

Aprenda a investir na bolsa

“Este julgamento politicamente motivado ataca o Estado de Direito do Brasil, a democracia e os direitos humanos básicos de Lula. É uma grande preocupação para o povo brasileiro e para a comunidade internacional”, continuam os advogados.

Para os advogados, o julgamento de Lula indica que a lei foi usada “para fins políticos”. “É tempo agora para reconstruir a confiança nas leis brasileiras e o juiz Moro deveria se afastar de todas suas funções. Nós provaremos a inocência de Lula em todas as cortes não tendenciosas, incluindo as Nações Unidas”, conclui a nota.