Segundo colunista

Defesa de Lula distribuirá na ONU documento contra “abusos” de Lava Jato e Sergio Moro

Conta a colunista que a ação do petista deve causar problemas ao presidente Michel Temer, que fará o discurso de abertura da assembleia

SÃO PAULO – Após a formalização da acusação pela força-tarefa da Operação Lava Jato, a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá a Nova York na terça-feira para a abertura da 71ª Assembleia-Geral da ONU, com o objetivo de entregar às representações de centenas de países o memorial das acusações da abuso de poder contra os procuradores e o juiz Sergio Moro que fizeram na comissão de direitos humanos da organização. As informações são da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Conta a colunista que a ação do petista deve causar problemas ao presidente Michel Temer, que fará o discurso de abertura da assembleia. É esperado que Lula também faça referência ao processo de impeachment de Dilma Rousseff, que deve exigir do peemedebista uma resposta sobre o episódio.