Operação Lava Jato

Defesa de Lula apresenta recibos de apartamento alugado em São Bernardo

Na denúncia do Ministério Público contra o ex-presidente, o pagamento desses alugueis é apontado como parte como esquema de corrupção em que a empresa Odebrecht teria sido favorecida em contratos com a Petrobras

Aprenda a investir na bolsa

Os advogados do ex-presidente Lula apresentaram, nesta segunda-feira (25), para a Justiça Federal em Curitiba, o contrato de locação e os recibos de pagamento de aluguel de um apartamento em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo, no mesmo prédio em que Lula mora, e que era usado pelos seguranças da família.

Na denúncia do Ministério Público contra o ex-presidente, o pagamento desses alugueis é apontado como parte como esquema de corrupção em que a empresa Odebrecht teria sido favorecida em contratos com a Petrobras. O mesmo processo investiga a possível compra deste imóvel pela empreiteira, e de um terreno em São Paulo para a sede do Instituto Lula.

No depoimento prestado em 13 de setembro, Lula foi questionado pelo juiz Sérgio Moro sobre a existência desses recibos. A documentação protocolada nesta segunda-feira traz o contrato, em nome de dona Marisa, e recebidos emitidos entre 2011 e 2015. Para a defesa, isso comprova que o apartamento não pertenceria a Lula.

Aprenda a investir na bolsa