Declaração de Lula sobre opções para vice de Dilma causa mal-estar no PMDB

Lula quer que partido aliado apresente três nomes para que Dilma possa escolher; PT diz que indicação cabe somente ao PMDB

SÃO PAULO – O presidente do PT, Ricardo Berzoini, travou diversas conversas com líderes do PMDB, na tentativa de consertar a atmosfera ruim criada após declarações do presidente do País, Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula afirmou, em entrevista para duas rádios maranhenses, que o partido aliado deveria indicar três nomes para a vice-presidência, de modo que Dilma Rousseff, atual ministra da Casa Civil e pré-candidata do governo à sucessão, possa escolher.

Até aqui, o nome mais cotado para completar a chapa da situação era Michel Temer, presidente da Câmara. A aliança entre as duas legendas já vinha estremecida com a dificuldade em estender para os Estados o acordo acertado pelos partidos no âmbito federal.

PUBLICIDADE

Segundo o Blog do Josias, alguns representantes da cúpula do PMDB teriam dito que, caso o PT faça esse tipo de exigência, também o partido tem direito de pedir que três candidatos à Presidência sejam apresentados.

Reversão do estrago

Berzoini foi a campo na tentativa de amenizar o impacto da declaração. O presidente nacional do PT afirmou que, de acordo com os acertos estabelecidos até agora, quem indica o vice é o PMDB.

“Não houve nenhum tipo de encaminhamento nesse sentido e quem está conduzindo as conversas com o PMDB é o PT. Eu já liguei para o Michel Temer e para o Henrique Eduardo Alves (líder do PMDB na Câmara) e já disse que isso não corresponde à posição do PT”, afirmou em entrevista à Reuters.