Tensão na eleição

Decisões favoráveis a Lula gerariam apreensão nas Forças Armadas, diz general aliado de Bolsonaro

"Vejo com preocupação decisões com relação ao Lula que fujam do que está na lei", afirmou Augusto Heleno, segundo informações do jornal O Globo 

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Um dos principais conselheiros de Jair Bolsonaro (PSL) e que já chegou a ser cogitado como vice do presidenciável, o general da reserva Augusto Heleno disse que a possibilidade de um indulto ao ex-presidente Lula levaria a um ambiente de apreensão nas Forças Armadas. 

“Vejo com preocupação decisões com relação ao Lula que fujam do que está na lei. Manobras artificiais, conchavos e artimanhas que sejam montadas para favorecer gente condenada em segunda instância são vistas com apreensão muito grande com relação a consequências que teriam em setores sérios da sociedade, como as Forças Armadas”, disse Heleno, de acordo com informações do jornal O Globo. 

O general Heleno é considerado um importante aliado de Bolsonaro e, filiado ao PRP, foi barrado para ser vice na chapa do deputado federal, mas seguirá trabalhando na candidatura de Bolsonaro. O político, inclusive, disse que caberia ao general definir quem seria seu ministro da Defesa – o próprio general também poderia ocupar a função.

PUBLICIDADE

Leia mais:
– A estratégia de Bolsonaro para tentar driblar o exíguo tempo de TV
 Partido de Bolsonaro foi o mais fiel ao governo Temer no 1º semestre
– Ataques a Bolsonaro vão crescer, mas não devem tirá-lo do segundo turno, diz Eurasia