De olho nas eleições, Cemig dispara e lidera ganhos semanais do Ibovespa

Pesquisa do Datafolha mostra menor diferença nas intenções de voto entre os dois principais candidatos ao governo de Minas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mais uma vez impulsionadas pela pesquisa eleitoral para o governo de Minas Gerias, as ações da Cemig (CMIG4) se destacam no pregão desta sexta-feira (27). As ações subiram 3,73% e fecharam o pregão a R$ 28,35. Na máxima do dia, chegaram a subir 4,21%.

Na semana, estes papéis só não subiram no pregão de segunda-feira, quando terminaram o dia com 1,49% de queda. A sequência de altas levou as ações preferenciais da Cemig ao posto de maior alta semanal do Ibovespa, com ganho acumulado de 8,58% no período. O índice de ações teve queda de 1,64% entre os pregões de 23 e 27 de agosto. 

Quadro eleitoral
De acordo com números do Instituto Datafolha divulgados nesta manhã, o ex-ministro e candidato do PMDB na disputa, Hélio Costa, mantém a liderança, mas vê minguar sua diferença sobre o candidato do PSDB Antonio Anastasia, atual governador do estado.

Aprenda a investir na bolsa

Na primeira pesquisa, em 24 de julho, Hélio Costa detinha 44% das intenções, foi para 43% e manteve 43% nesta última pesquisa. Por seu turno, Anastasia aparecia com 18%, depois 17% e agora passou por uma brusca ascensão após o início do horário eleitoral gratuito, atingindo 29% das intenções de voto.

Investidores atentos
Cabe lembrar que a influência do quadro eleitoral mineiro nos papéis da estatal deriva do fato de que a continuidade do governo tucano no estado é vista como uma opção que traria menor dose de riscos à administração da companhia, ante uma alteração na política local.

Outros destaques
Também se destacaram positivamente na semana as ações da Braskem (BRKM5, R$ 15,76, +6,56%), da Souza Cruz (CRUZ3, R$ 82,00, +5,25%), do Pão de Açúcar (PCAR5, R$ 61,70, +3,70%), da Brasil EcoDiesel (ECOD3, R$ 0,91, +3,41%) e da Telesp (TLPP4, R$ 39,92, +3,23%).