2º turno já começou!

Datafolha e Ibope cortam pela raiz ideia de que Marina poderia vencer no 1º turno

Pesquisas mostram empate técnico no primeiro turno da eleição presidencial e vantagem de Marina no segundo turno oscila dentro da margem de erro, mostrando um poder de reação de Dilma Rousseff; na prática, 2º turno já começou, aponta LCA

SÃO PAULO – As últimas pesquisas Datafolha e Ibope mostraram que, apesar de Marina Silva (PSB) seguir na dianteira nas pesquisas de intenção de voto e ser a favorita, ela não caminhará tão tranquilamente para vencer as eleições, segundo a LCA Consultores. 

“Os novos Datafolha e Ibope cortaram pela raiz a ideia de que Marina Silva teria chance de vencer a eleição no primeiro turno. Somente a muito improvável desistência de Aécio Neves poderia dar à candidata do PSB condições de se eleger já em 5 de outubro. Os três principais candidatos parecem ter chegado a patamares relativamente consolidados, com Dilma e Marina disputando a primeira posição e Aécio em distante terceiro lugar”, ressalta a consultoria.

Segundo a pesquisa do Datafolha, a presidente Dilma subiu de 34% no dia 29/08 para 35% no levantamento desta semana, a ex-senadora Marina Silva continuou com 34%, e Aécio Neves oscilou de 15% para 14%.  No levantamento do Ibope, Dilma subiu de 34% para 37%, enquanto que Marina cresceu 4 pontos para 33%. Nas duas pesquisas, a margem de erro é de dois pontos percentuais. Nesta pesquisa, Aécio obteve 15% das intenções de voto. Em um eventual segundo turno, Marina continua sendo a vencedora; enquanto no Datafolha, a vantagem é de sete pontos – 48% a 41% -, contra 10 pontos na pesquisa anterior, de 50% a 40%. No Ibope, Marina tem sete pontos de vantagem – 46% a 39% -, contra nove pontos no levantamento anterior. 

PUBLICIDADE

A LCA ressalta que o Ibope trouxe duas boas noticias para a candidatura Dilma, que tem polarizado com Marina a corrida presidencial. A primeira foi a redução da taxa de rejeição de Dilma: 31% contra 36% na semana passada e o outro dado positivo foi o crescimento da taxa de aprovação do governo Dilma: 36% na pesquisa desta semana, contra 34% na semana passada.

A consultoria destacou ainda que, segundo informações da imprensa em reunião com a coordenação de campanha de Dilma, o ex-presidente Lula teria dito que haverá um longo segundo turno, durante o qual se confrontarão a candidata petista e Marina Silva. É uma boa descrição do quadro atual. “O segundo turno, na prática, já começou”, afirma a consultoria.

“Marina saiu na frente e, considerando principalmente a elevada rejeição à presidente Dilma, é favorita. Mas Datafolha e Ibope mostraram que Dilma Rousseff esboça poder de reação. A avalição positiva do governo está melhorando moderadamente o que sustenta a ligeira alta da presidente nas pesquisas de intenção de voto”, conclui a consultoria.