Eleições

Datafolha: Dilma Rousseff lidera nas cinco regiões do Brasil

A candidata do PT tem a maior vantagem no Nordeste com 56% dos votos, a segunda região em número de eleitores, enquanto a disputa no Centro Oeste e Sudeste é mais acirrada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com o Datafolha, a presidente Dilma Rousseff (PT) possui mais intenções de voto que seus rivais nas cinco regiões do país.

A candidata do PT tem a maior vantagem no Nordeste com 56% dos votos, a segunda região em número de eleitores. Marina Silva (PSB) tem 24%; Aécio Neves (PSDB), 9%.

No Norte, Dilma também tem vantagem folgada. A petista tem 51%, Marina possui 19% e Aécio, 18%.

Aprenda a investir na bolsa

Já na região Sul, nos três estados, Dilma lidera isolada e a tendência é de crescimento, mas não consegue mais que a soma de seus rivais. Ela tem 39%; Aécio, 26%; Marina, 16%.

A disputa é acirrada no Sudeste e Centro-Oeste. No Sudeste, que reúne o maior número de eleitores, Dilma tem 30%; Marina, 29%; Aécio, 25%. No Centro-oeste, a petista alcança 34%; Marina, 33%; Aécio, 23%.

Comparando à pesquisa da última sexta-feira do Datadolha, Marina teve queda expressiva no Sul, de 21% para 16% e no Norte (de 27% para 19%).

A pesquisa
A pesquisa Datafolha divulgada na última terça-feira (30) mostrou um acirramento na disputa entre Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) para ver quem irá para o segundo turno. O candidato tucano subiu de 18% para 20% das intenções de voto, enquanto Marina caiu de 27% para 25%. Enquanto isso, Dilma Rousseff (PT) lidera com folga, mantendo os mesmo 40% da última pesquisa.

Em um eventual segundo turno entre a petista e Marina Silva, a atual presidente venceria a disputa com 49% das intenções, contra 41% dos votos para a ex-senadora. Enquanto isso, em uma disputa entre Dilma e Aécio, a petista manteve os 50% da pesquisa anterior, enquanto o tucano subiu de 39% para 41%.

A pesquisa também mostrou o desejo de mudança dos eleitores. Entre as pessoas que afirmaram que querem medidas diferentes de um novo governo – seja ele de Dilma ou de outro candidato – caiu de 79% para 74%. Enquanto isso, subiu de 17% para 23% os eleitores que querem a manutenção das atuais políticas.

PUBLICIDADE

O Datafolha ouviu 7.520 eleitores entre ontem e hoje e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95% e o registro da pesquisa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-00905/2014.