Eleições

Datafolha: Dilma abre vantagem de 7 pontos sobre Marina no 1º turno; empate técnico no 2º

Dilma teve uma leve variação para cima nas intenções de voto no primeiro turno, de 36% para 37% das intenções de voto, enquanto Marina Silva caiu 3 pontos, de 33% para 30%; Aécio esboça reação

SÃO PAULO – Em meio ao desgaste sofrido por Marina Silva (PSB) e apesar de uma ligeira reação de Aécio Neves (PSDB), Dilma Rousseff (PT) se fortaleceu na corrida eleitoral, aponta o Datafolha divulgado na madrugada desta sexta-feira (19).

Dilma teve uma leve variação para cima nas intenções de voto no primeiro turno, de 36% para 37% das intenções de voto, enquanto Marina Silva caiu 3 pontos, de 33% para 30%. Assim, a diferença passou de 3 para 7 pontos entre as candidatas. Aécio Neves subiu de 15% para 17%.

Já no segundo turno, a dianteira de Marina também caiu, passando de uma diferença de 4 pontos para uma diferença de apenas 2 pontos (46% da candidata do PSB frente 44% da petista). Na simulação com Aécio, Dilma aparece dez pontos na frente, com 49% a 39%, ante diferença de 11 pontos há uma semana.

PUBLICIDADE

A vantagem maior de Dilma sobre Marina pode indicar que a presidente não foi afetada pelas denúncias de ex-diretor da Petrobras que, segundo vazamentos de depoimentos publicados na mídia, apontam para um suposto esquema de propinas a políticos e partidos da base governista.

Marina, por outro lado, pode estar sofrendo com os ataques que tem recebido tanto de Dilma como de Aécio.

Enquanto Dilma ataca Marina sobre a exploração do pré-sal e sobre a formalização da independência do Banco Central, com propagandas que a candidata do PSB classifica como falsas, Aécio tem apontado para o que chama de inconsistências da ex-senadora e procurado colar nela a imagem de uma espécie de segunda candidatura do PT.

Já a avaliação do governo Dilma ficou praticamente estável. Quem considera o governo regular se manteve em 38%, enquanto quem considera ótimo oscilou de 36% para 37%; quem considera ruim/péssimo se manteve em 24%.

   

A pesquisa Datafolha, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, entrevistou 5.340 pessoas nos dias 17 e 18 de setembro, em 265 municípios.

(Com Reuters)