EM DESTAQUE Vendas no varejo crescem 8% em junho, diz IBGE; número fica acima do esperado pelos economistas

Vendas no varejo crescem 8% em junho, diz IBGE; número fica acima do esperado pelos economistas

Preso ou nas urnas?

Datafolha: 53% querem Lula preso; 24% não sabiam que petista foi condenado

Segundo a opinião de 43%, o ex-presidente não estará nas eleições, enquanto 32% têm certeza de que ele será uma das opções do eleitorado

SÃO PAULO – Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (1) mostrou que os brasileiros estão divididos sobre a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições e também sobre sua possível prisão após confirmada a condenação em segunda instância. 

A parcela dos que dizem que o ex-presidente deveria ser impedido de participar das eleições de outubro é de 51%, contra 47% que afirmam que ele deveria concorrer. A diferença está dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos para mais ou para menos. Segundo a opinião de 43%, o ex-presidente não estará nas eleições, enquanto 32% têm certeza de que ele será uma das opções do eleitorado. Outros 21% admitem a possibilidade de vê-lo na disputa.  

O Datafolha ouviu 2.826 pessoas em 174 municípios entre os dias 29 e 30 de janeiro.

PUBLICIDADE

Prisão

Ao serem perguntados se Lula deveria se preso, 53% afirmam que sim, uma oscilação dentro da margem de erro frente os 54% da pesquisa realizada no final de setembro. Já 44% disseram que Lula não deveria ser preso, ante 40% do levantamento anterior. 

 Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Já os que acreditam na prisão do petista passou de 28% para 39%, enquanto o percentual dos que acham que ele não será preso caiu em dez pontos, de 66% para 56%.

Para 50%, a condenação de Lula à pena de 12 anos e um mês estabelecida pelo TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região foi justa, ante 43% que a considerou injusta e 7% que não souberam responder. Para 54%, o petista “sabia da corrupção no governo e deixou ela ocorrer”, enquanto 29% apontaram que ele sabia, mas não poderia evitá-la, frente 13% que acreditam que ele não sabia e 5% que não souberam responder. 

Ao serem perguntados sobre o grau de conhecimento sobre o julgamento de Lula, 42% disseram ter conhecimento e estar mais ou menos informado; 24% afirmam ter conhecimento e estar bem informado e 9% que tem conhecimento, mas está mal informado. Curiosamente, 24% afirmaram não ter conhecimento da condenação.