Conexão Brasília

Da denúncia contra Michel Temer ao “fogo amigo” de Rodrigo Maia: a análise política da semana

O programa Conexão Brasília é transmitido às sextas-feiras, a partir das 14h45; assista

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O esperado envio da denúncia contra o presidente Michel Temer para a Câmara dos Deputados enfim se confirmou, enquanto o governo se movimenta para manter o apoio de um número confortável de parlamentares e evitar grandes sustos na tramitação da peça. Embora traga uma narrativa mais sofisticada, a última flechada de Rodrigo Janot não tende a ameaçar a permanência do peemedebista no cargo, mas exigirá novas articulações e poderá trazer impactos na evolução dos debates em torno da reforma da Previdência. Para completar, o atrito entre PMDB e DEM se aprofundou, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), manifestando insatisfação com movimentações assumidas por ministros palacianos no sentido de evitar o crescimento da bancada na casa legislativa, que negocia com dissidentes do PSB.

Também no parlamento, onde o governo terá de se desdobrar para entregar o que foi prometido e ainda está pendente do arquivamento da primeira denúncia contra o presidente, chamam atenção as articulações de deputados e senadores na CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS, que promete retaliações a procuradores pelas ofensivas recentes. Contudo, deputados tucanos aproveitam a oportunidade para constranger o governo, tentando emplacar convocações de Henrique Meirelles, Geddel Vieira Lima ou até Rodrigo Rocha Loures a sessões.

Para comentar estes e outros temas que marcaram a semana em Brasília, o programa Conexão Brasília desta semana recebeu os analistas políticos Erich Decat, da XP Investimentos, e Rafael Cortez, da Tendências Consultoria Integrada. O programa vai ao ar a partir das 14h45 (horário de Brasília), todas as sextas-feiras, pela InfoMoneyTV.

Aprenda a investir na bolsa

Assista na íntegra: