De olho em 2018

Cúpula do PMDB tem chapa dos sonhos para 2018, diz jornal: Doria presidente e Flávio Rocha vice

Nenhum dos dois precisará se filiar à legenda para ganhar o apoio, diz jornal O Estado de S. Paulo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mesmo em meio à grande impopularidade de Michel Temer, o partido do presidente, o PMDB, está de olho nas eleições à presidência de 2018. A coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, aponta que a estratégia do PMDB para 2018 é se manter como o maior partido do País elegendo grandes bancadas no Congresso, que lhes garanta as presidências da Câmara e do Senado, algo que a sigla faz desde a redemocratização.

Porém, a corrida presidencial está no radar do partido. Segundo a coluna, a chapa dos sonhos da cúpula do PMDB ao Palácio do Planalto tem o prefeito de São Paulo, João Doria, como presidente, e Flávio Rocha, ex-deputado e dono da Riachuelo, na vice-presidência. Nenhum dos dois precisará se filiar à legenda para ganhar o apoio.

Não é de hoje que uma eventual chapa Doria-Flávio Rocha é aventada, com negativas de ambos os lados.  Sobre uma eventual mudança de Doria de partido, a consultoria de risco político Eurasia apontou na véspera que, após a queda da aprovação do prefeito paulistano no Datafolha, uma possível transição do PSDB para o DEM aumentou. Na avaliação dos consultores, mesmo com a queda na aprovação, que passou de 41% para 31% entre os paulistanos, Doria segue mais competitivo do que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (confira clicando aqui).  

Aprenda a investir na bolsa

Enquanto isso, Flávio Rocha nega a entrada na política, mas é bastante ativo politicamente e vem reiterando que o tempo do “empresário moita” ficou para trás. Segundo ele, é preciso que o setor produtivo se posicione e mude de postura, abandonando o estilo “pidão”. Rocha defende abertamente João Doria para a Presidência.