EM DESTAQUE Pedidos de seguro-desemprego nos EUA somam 6,6 milhões, acima do esperado

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA somam 6,6 milhões, acima do esperado

Revogado

Cunha revoga questão de ordem sobre rito de impeachment e traz “decisão para si”

O peemedebista já havia dito que tomaria esta medida mas, ao ser estimulado pela oposição e movimentos sociais anti-Dilma, o presidente da Câmara começou a reavaliar sua estratégia

SÃO PAULO – O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) revogou no final da manhã de hoje a questão de ordem da oposição a partir da qual estabeleceu o rito do processo de impeachment. 

Assim, os pedidos de impeachment de Dilma Rousseff serão decididos com base na Constituição e na Lei 1.079, disse a jornalistas em Brasília após anunciar decisão na mesa.

Com a medida, Cunha traz para si a decisão sobre o impeachment. O peemedebista já havia dito que tomaria esta medida mas, ao ser estimulado pela oposição e movimentos sociais anti-Dilma, o presidente da Câmara passou a reavaliar sua estratégia.

PUBLICIDADE

O rito do impeachment estava suspenso por três liminares do STF ( Supremo Tribunal Federal). Desta forma, as decisões do Supremo que suspendiam procedimento proposto por Cunha para analisar pedidos de impeachment, com base em questão de ordem, perdem objeto, afirmou.