Não descarta

Cunha não descarta aceitar novo pedido de Bicudo pelo impeachment de Dilma, diz coluna

"Ficarei na saia justa porque será a primeira peça que efetivamente contempla as exigências legais e constitucionais", afirmou o presidente da Câmara a aliados

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Assinado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr. e Janaína Paschoal, o novo pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, contemplando parecer do TCU sobre as pedaladas de 2015, pode trazer o tema à tona justamente quando o Palácio do Planalto dava o assunto como encerrado, afirma a Folha de S. Paulo.

Informado de que o requerimento deve ser protocolado na terça, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), não descartou aceitar a denúncia. “Ficarei na saia justa porque será a primeira peça que efetivamente contempla as exigências legais e constitucionais”, disse Cunha a aliados, de acordo com a coluna.

O novo documento traz o parecer de que o governo Dilma continuou a praticar as chamadas ‘pedaladas fiscais’ neste ano. Isso anula o posicionamento de Cunha, com base na Constituição, de que um presidente da República não pode ser responsabilizado por fatos praticados no mandato anterior.

Aprenda a investir na bolsa

Vale ressaltar que, na sexta-feira, o ex-presidente Lula avaliou que a discussão sobre o impeachment estava superada.

Como garimpar boas ações? Deixe seu email e descubra uma forma tão simples que até um menino de 10 anos consegue usar!