AO VIVO Fundador da Chili Beans fala sobre a gestão de crise da empresa na pandemia; assista

Fundador da Chili Beans fala sobre a gestão de crise da empresa na pandemia; assista

Credit Suisse aumenta exposição ao Brasil em meio a queda nos preços

Fundo, que criticou as intervenções políticas no País no mês passado, agora volta a comprar ações por aqui

SÃO PAULO – O Fundo Verde, do Credit-Suisse Hedging-Griffo, eleva a posição comprada em ações no Brasil. Mas isso não significa que o mesmo fundo que criticou o país no mês passado e reduziu a exposição no mercado acionário brasileiro agora nos vê com bons olhos.

“No Brasil, o nosso quadro é dado pelo ‘Bull Market in Politics’. Diante disso, o que mudou foram os preços de mercado”, escreve em carta mensal o gestor do fundo comandado por Luis Stuhlberger e que possui um patrimônio líquido de R$ 2,86 bilhões. No mês passado, o gestor também mostrava ceticismo com o valuation do mercado e com as margens de diversas empresas.

Portanto, a equipe do Credit-Suisse menciona a expectativa por novas intervenções das autoridades, fato que torna a relação entre risco e retorno mais atrativo para o mercado acionário no curto prazo. 

PUBLICIDADE

Por sua vez, a visão estrutural sobre a economia mundial não sofreu alteração significativa. Nos EUA, o crescimento permanece entre 2% e 2,5%, assim como na China o PIB (Produto Interno Bruto) se encontra em torno de 8% em meio a uma injeção lenta e gradual de estímulos. Por fim, na Europa, continuam os problemas relacionados à solvência e com a coordenação política entre os países, embora haja “bastante espaço” para agir no lado monetário.