CPI dos Sanguessugas decide não notificar quatro deputados citados pela CGU

Levantamento da CGU é de natureza puramente estatística e não-investigativa, disse um dos sub-relatores da comissão

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O sub-relator de sistematização da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Sanguessugas, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), disse nesta sexta-feira (28), que os deputados João Almeida (PSDB-BA), Aroldo Cedraz (PFL-BA), Arolde de Oliveira (PFL-RJ) e Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG) não serão mais notificados para apresentação de defesa.

Os parlamentares foram citados anteriormente porque haviam apresentado emendas ao Orçamento da União para a compra de ambulâncias, o que foi apurado pela Corregedoria Geral da União.

No entanto, Carlos Sampaio se reuniu com o corregedor geral da União, ministro Jorge Hage, responsável pela divulgação da lista, e concluiu que o levantamento da CGU é de natureza puramente estatística e não-investigativa.

Nem todos os listados estão envolvidos

Aprenda a investir na bolsa

Ou seja, a CGU apenas listou todos os autores de emendas para a compra de ambulâncias liberadas à Planam, mas isso não quer dizer que todos os nomes citados estejam envolvidos em irregularidades.

Desde o dia o dia 22 de junho, quando foi instalada, a CPI Mista já notificou 90 congressistas acusados de serem autores de emendas superfaturadas que beneficiaram a Planam.