CPI da Petrobras: João Pedro é escolhido para presidência e designa Jucá para relatoria

Presidente da Comissão diz que irá trabalhar com requerimentos; Romero Jucá declara que grupo investigará com responsabilidade

SÃO PAULO – O senador João Pedro (PT-AM) foi eleito na tarde desta terça-feira (14) para assumir a presidência da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras. Seu vice será Marcelo Crivella (PRB-RJ). Após votação secreta, a chapa governista foi eleita com oito votos a seu favor, enquanto a oposição recebeu apenas três.

Disputava a presidência da Comissão na chapa opositora o senador Álvaro Dias (PSDB-PR). Uma vez eleito, João Pedro escolheu o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, para ocupar a relatoria dos trabalhos de investigação da estatal. Além disso, também foi marcada a primeira reunião da comissão, que será realizada no dia 6 de agosto, logo após o recesso parlamentar.

Trabalhos

Durante o primeiro encontro, deverão ser apresentados os requerimentos dos senadores que integram a Comissão, assim como a proposta de trabalho do relator Romero Jucá. “Vamos trabalhar com responsabilidade, investigando todos os pontos apontados no requerimento (para a instalação da CPI), fazendo com que a Comissão possa exercer seu papel”, declarou Jucá.

PUBLICIDADE

João Pedro, por sua vez, declarou que deverá se pautar nos requerimentos que serão entregues pelos senadores, os quais contêm as suspeitas de irregularidades que deverão ser investigadas pela CPI. “Só hoje foram protocolados 28 deles. Preciso olhá-los e submetê-los à aprovação da CPI. Então vamos trabalhar em cima daquilo que for discutido e aprovado na Comissão”, concluiu.