Datafolha

Copa melhora avaliação econômica e de Dilma; 76% se manifestam contra vaias à presidente

Além da intenção de voto de Dilma Rousseff aumentar de 34% em junho para 38%, a proporção de eleitores favoráveis à Copa subiu; bom humor se reflete em expectativas de inflação e de poder de compra

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Dilma Rousseff (PT) tem bastante motivos para comemorar. Pelo menos é o que aponta a pesquisa Datafolha divulgada ontem à noite, que mostra uma melhora do humor dos brasileiros com a Copa do Mundo, influenciando na avaliação do governo, expectativas econômicas e até nas eleições presidenciais. 

Além da intenção de voto de Dilma Rousseff aumentar de 34% em junho para 38%, a proporção de eleitores favoráveis à Copa subiu de 51% para 63%, enquanto orgulho com a realização do evento subiu de 45% para 60%.

Já na economia, o aumento do bom humor se reflete nas expectativas de inflação, com recuo de 64% para 58% dos eleitores preocupados com os preços, enquanto o percentual de preocupados com o desemprego passou de 48% para 43%. Já os mais otimistas com o poder de compra do salário avançou de um percentual de 27% para 32%. Atualmente, 30% acham que a situação econômica vai melhorar, ante 26% em junho, enquanto 48% estão otimistas com a situação econômica, ante 42% há um mês.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, o Datafolha apontou que, para 76%, os torcedores que xingaram Dilma na abertura da Copa, na Arena Corinthians (SP), agiram mal. Isso mesmo entre os eleitores de Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), com reprovação da atitude em 69% e 72%, respectivamente.