Consultorias divergem sobre efeitos de resultado de Serra na pesquisa Sensus

Para MCM, a queda do governador na pesquisa está dentro do esperado, mas LCA destaca que cenário não é bom

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Segundo a consultoria MCM, a queda de 15 pontos percentuais do governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência da República, José Serra, é “puro artifício de pesquisa”. Isso porque o resultado da pesquisa realizada em novembro pelo CNT/Sensus foi comparado com cenário distinto do apresentado atualmente.

Na última pesquisa, foram apresentadas aos entrevistados 4 opções de candidato: Serra, Dilma Rousseff, Marina Silva e Ciro Gomes. Em dezembro de 2008, contudo, o cenário tinha apenas três postulantes ao cargo. Para a MCM, “colocar um quarto contendor torna as simulações incomparáveis. O correto é comparar Serra/Dilma/Heloísa Helena com Serra/Dilma/Marina”. Neste cenário, Serra caiu 7% e Dilma cresceu 13%.

A consultoria destacou ainda que desde maio o governador de São Paulo mantém o patamar dos 40% das intenções de voto no cenário mais provável (Serra, Dilma e Marina), o que, na opinião da MCM, contraria a avaliação de que “a candidatura de Serra definha a olhos vistos”.

Crescimento de Dilma

Aprenda a investir na bolsa

Já a consultoria LCA avalia que a “pesquisa Sensus não é boa para Serra”. Apesar de também afirmar que não é possível fazer comparações com cenários pesquisados anteriormente, para a LCA o crescimento de Dilma nas pesquisas é um sinal de que ela pode “de fato ser competitiva – ainda mais com a projeção de crescimento econômico em 2010”, fator que pode influenciar a transferência de votos do Presidente Lula para a candidata.

Fator Ciro

Um ponto destacado pelas duas avaliações da pesquisa é o peso que a candidatura de Ciro Gomes pode ter. Em primeiro lugar, porque quando seu nome é inserido na cédula de pesquisa, Serra cai de 40% para 32% das intenções de voto, o “que dá força ao argumento de Ciro de que o governo seria beneficiado caso ele fosse candidato”, disse a MCM.

Além disso, como observou a LCA, Ciro é o maior crítico de Serra entre os candidatos. ” Ciro Gomes pode ainda trazer para si ou para Dilma boa parte dos eleitores potenciais de Aécio Neves, dada a proximidade explícita entre eles”, concluiu a consultoria.