Governo Bolsonaro

Consultor da proposta de reforma de Armínio e Tafner é cotado para assumir Previdência

Outros nomes também estão sendo avaliados pela equipe de transição, mas Leonardo Rolim é considerado um "ótimo nome" e de grande qualidade técnica

O consultor da Câmara Leonardo Rolim é um dos cotados para assumir a Secretaria de Previdência do novo governo, segundo apurou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Pelo desenho estudado pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, a Secretaria da Previdência ficaria vinculada à Secretaria de Arrecadação, dentro do Ministério da Economia.

Outros nomes também estão sendo avaliados pela equipe de transição, mas Rolim é considerado um “ótimo nome” e de grande qualidade técnica. Outra vantagem é que ele, por ser consultor, conhece o funcionamento do Congresso Nacional.

PUBLICIDADE

O consultor foi um dos colaboradores da proposta de reforma da Previdência coordenada pelo ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga e pelo economista Paulo Tafner, um dos maiores especialistas no tema do País. A proposta inclui a fixação de idades mínimas de aposentadoria, regra de transição e a criação de um regime de capitalização (em que o trabalhador contribui para contas individuais) – medidas defendidas por Guedes.

Tafner já se reuniu com a equipe de transição para apresentar os detalhes da reforma projetada por seu grupo.

Rolim já foi secretário de Políticas de Previdência Social e é especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP e conte com assessoria especializada e gratuita!