Eleições

Construtoras envolvidas em escândalo da Petrobras doam R$ 36 mi à campanha de Dilma

Companhias aparecem entre as 20 maiores doadoras da campanha da petista, segundo informações do TSE

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Três construtoras envolvidas em escândalo de corrupção da Petrobras (PETR3; PETR4) doaram R$ 36 milhões à campanha de Dilma Rousseff à reeleição, segundo informações divulgadas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). As doações foram feitas pela OAS, Andrade Gutierrez e UTC, citadas pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa como algumas das empreiteiras que teriam fechado contrato com a estatal mediante pagamento de propina a políticos. 

As companhias aparecem entre as 20 maiores doadoras da campanha da petista, de acordo com os dados da segunda parcial de prestação de contas da campanha.

Entre as três, a construtora OAS fez as maiores doações, de R$ 20 milhões entre os dias 15 e 25 de agosto. A Andrade Gutierrez fez uma doação no valor de R$ 10 milhões, enquanto a UTC fez três transferências, totalizando R$ 6 milhões. 

Aprenda a investir na bolsa

Em valores menores, a OAS também aparece como uma das doadoras da campanha de Aécio Neves (PSDB). A construtora doou R$ 2 milhões para o peessedebista nos dias 30 de julho e 4 de agosto.