Conselho de Segurança da ONU e Japão: sanções não-militares à Coréia do Norte

O grupo vota no sábado conjunto de medidas a serem tomadas contra a nação que realizou testes nucleares esta semana

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Japão e os cinco países membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) decidiram que as medidas adotadas em conjunto contra a Coréia do Norte, em repúdio à realização de um teste nuclear, não envolverão ações militares.

No sábado, será votada por representantes dos EUA, França, Reino Unido, China, Rússia e Japão uma resolução que determinará quais sanções serão impostas à nação comunista, que explodiu uma bomba atômica no começo da semana.

Resolução

O original, redigido pelos EUA, pedia respostas mais duras, mas foi levemente suavizado a pedido da China, que teme um colapso sócio-político na região.

Aprenda a investir na bolsa

Deverão ser adotadas medidas como a suspensão de exportação de materiais relacionados a mísseis ao país e energia nuclear e o congelamento das ações pertencentes a pessoas ou organizações norte-coreanas envolvidas no programa atômico.

Unilateralmente, o governo do Japão já anunciou a proibição da entrada de navios norte-coreanos em seu território e da importação dos produtos da nação vizinha.