Segue relator

Conselho de Ética mantém Fausto Pinato como relator de representação contra Cunha

Presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar argumentou que suspeição é questão de foro íntimo e que “o relator não se julga suspeito”

Aprenda a investir na bolsa

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), rejeitou há pouco o pedido da defesa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de afastamento do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) da relatoria do processo contra Cunha. Araújo argumentou que suspeição é questão de foro íntimo e que “o relator não se julga suspeito”.

A defesa havia pedido o afastamento de Pinato por entender que ele recomendou, em seu parecer preliminar, o prosseguimento da investigação contra Cunha levando em conta apenas os argumentos da acusação. O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) disse que não é prevista defesa nesta fase do processo. ”Não faz sentido quebrar um rito que foi definido. Precisamos cumprir a regra do jogo”, ressaltou.

O deputado Manoel Junior (PMDB-PB) rebateu Lorenzoni e disse que a manifestação da defesa seria justificada por se tratar de “medida imperativa de Direito”.

Aprenda a investir na bolsa

Fausto Pinato reafirmou a sua capacidade de prosseguir na relatoria do caso.

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir:

 

Leia também:

Você investe pelo banco? Curso gratuito mostra como até dobrar o retorno de suas aplicações

PUBLICIDADE