STOCK PICKERS AO VIVO Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Conselho de Ética aprova relatório que pede a cassação de Josias Gomes

Redigido pelo deputado Mendes Thame (PSDB-SP), o documento foi aprovado por 10 votos a 1; Gomes diz que não será cassado

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara aprovou nesta terça-feira, 4 de abril, o parecer que recomenda a cassação do deputado Josias Gomes (PT-BA). Redigido pelo político Mendes Thame (PSDB-SP), o documento foi aprovado por 10 votos a 1.

Josias Gomes é acusado de ter recebido R$ 100 mil do publicitário Marcos Valério, acusado de ser um dos principais operadores do “mensalão”. O deputado disse que não vai recorrer da decisão do Conselho na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e que espera ser absolvido por seus colegas em plenário.

Não sabia da ilegalidade do procedimento

Alegando não saber da ilegalidade do procedimento, Gomes declarou que o dinheiro recebido de Marcos Valério foi utilizado para pagar despesas de campanha do seu partido na Bahia em 2002.

Aprenda a investir na bolsa

“Eu me dirigi à direção nacional do meu partido na busca de recursos. Fui ao banco por deliberação do Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT, e deixei a minha carteira parlamentar como prova de que eu não estava fazendo qualquer ato ilícito e esse ato está me custando muito caro”, desabafou o deputado petista.