RADAR INFOMONEY Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Conselheiro da Embaixada japonesa elogia relações entre Brasil e Japão

Hironori Sawada chamou atenção para os avanços em garantir os direitos dos cidadãos nacionais em cada país

SÃO PAULO – O conselheiro da Embaixada do Japão em Brasília, Hironori Sawada, disse, na última quarta-feira (14), que as relações entre Brasil e Japão têm avançado no sentido de garantir os direitos dos cidadãos nacionais em cada país.

Segundo Sawada, mais de 300 mil cidadãos brasileiros vivem no Japão, em sua maioria descendentes de japoneses, o que deixa a comunidade brasileira na terceira posição, atrás apenas da chinesa e da coreana.

“Esses imigrantes contribuem não só do ponto de vista econômico, mas sobretudo cultural, em especial com a divulgação da música brasileira e da culinária”, destacou o conselheiro.

Transferência de companhia

PUBLICIDADE

Os países do Mercosul enfrentam dificuldades para o combate à violação dos direitos humanos e precisam avançar na cooperação multilateral para o setor.

Essa foi a conclusão dos convidados que participaram do seminário promovido pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, de acordo com informações da Agência Câmara.

“Quando os direitos das minorias são negados, os direitos de todos os cidadãos são enfraquecidos, visto que isso contraria o princípio constitucional de que todos são iguais perante a lei”, disse o professor de Relações Internacionais da Universidade de Brasília, Fúlvio Fonseca.