Diz Folha

“Consciente de que algo mais grave pode acontecer”, Lula reforça sua equipe de defesa

Ex-presidente contratou o criminalista Nilo Batista para reforçar a sua defesa, segundo informa o jornal Folha de S. Paulo

SÃO PAULO – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apareceu diversas vezes nos jornais nesta semana como citado pelo delator e ex-diretor internacional da Petrobras Nestor Cerveró e até em documento enviado ao STF por Rodrigo Janot. Com o aperto do cerco de investigações contra ele em várias frentes, em especial na Zelotes e Lava Jato, Lula contratou o criminalista Nilo Batista para reforçar a sua defesa, segundo informa o jornal Folha de S. Paulo.

Segundo aliados ouvidos pelo jornal, o ex-presidente “tomou consciência de que algo mais grave pode acontecer”. Foi divulgado esta semana, por exemplo, a delação de Cerveró que o citou diretamente em um empréstimo ao PT investigado pela Lava Jato.

Lula, até então, vinha adotando como tática mostrar-se como perseguido por setores do Judiciário e pela imprensa que, segundo ele, teriam como objetivo minar uma eventual candidatura do petista à presidência. Ele não abandonará o discurso, mas contratou Batista para reforçar a sua defesa técnica em relação aos casos em que está sendo citado. 

Batista foi governador do Rio de Janeiro em 1994 (foi vice de Leonel Brizola, que se afastou para concorrer à presidência) e é um dos principais criminalistas do Estado. Lula cogitou convidá-lo para o STF em 2003, mas acabou optando por Cezar Peluzo.

O criminalista disse à Folha que está trabalhando de graça para Lula.  Segundo o jornal, especula-se que os honorários dos advogados da Lava Jato variem entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões, mas alguns figurões chegam a cobrar R$ 15 milhões pelo trabalho.

Baixe agora a Carteira InfoMoney 2016! Basta deixar o seu email abaixo: