Congresso norte-americano chega a acordo que evita paralisação do governo

Proposta deve ser votada até o fim do dia, já que o atual financiamento das agência expira à meia-noite desta sexta-feira

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Parlamentares dos Estados Unidos fecharam na última quinta-feira (15) um acordo na tentativa de financiar um conjunto de agências do governo até 30 de setembro e evitar o fechamento de muitas das operações de Washington a partir deste fim de semana.

Os negociadores da Câmara de Representantes, dominada pela oposição republicana, e do Senado, de maioria democrata, acertaram votar ainda nesta sexta-feira o projeto de financiamento da administração, totalizando US$ 1 trilhão para o ano fiscal de 2012.

O atual financiamento para agências, que vai desde o Departamento de Defesa e da Segurança Interna à Agência de Proteção Ambiental, expira à meia-noite. Desta forma, a votação precisa acontecer até o fim do dia, para impedir a paralisação de eventos de Natal financiados pelo governo e de atividades em prédios públicos e agências governamentais por falta de verbas.

Aprenda a investir na bolsa

O acordo vem depois de um longo debate, no qual os republicanos tentaram associar a manutenção das isenções fiscais aos trabalhadores, promovida pelo presidente Barack Obama, à construção de um oleoduto entre EUA e Canadá, o que ficou subordinado a um relatório de impacto ambiental.

Obama exige acordo
Mais cedo na quinta-feira, o presidente norte-americano, Barack Obama alertou que o Congresso não sairia para o recesso sem terminar suas atividades. “O Congresso não deve e não pode sair de férias antes que eles tenham assegurado que as famílias trabalhadoras não verão seus impostos subirem em até US$ 1 mil e aqueles que estão procurando emprego não vejam seu seguro-desemprego expirar”, afirmou.