Mensalão tucano

Condenado a 20 anos de prisão, ex-governador de Minas é considerado foragido pela Polícia Civil

Policiais estão nas ruas em busca de Azeredo em Belo Horizonte. Há oficiais em frente ao apartamento do tucano

arrow_forwardMais sobre
(Geraldo Magela/Ag.Senado)

SÃO PAULO – O ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) já é considerado foragido pela Polícia Civil nesta quarta-feira (23). O tucano teve o mandato de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça no dia anterior, após ter sido condenado a 20 anos e um mês de prisão por peculato e lavagem de dinheiro no esquema que ficou conhecido como “mensalão tucano”.

Conforme noticia o site do jornal Folha de S.Paulo, a Polícia Civil não sabe o paradeiro do ex-governador e não consegue contato com os advogados. Na noite de terça, havia negociação para que ele se entregasse. Hoje, policiais estão nas ruas em busca de Azeredo em Belo Horizonte. Há oficiais em frente ao apartamento do tucano.

Após negar todos os recursos disponíveis à defesa, o Tribunal de Justiça seguiu jurisprudência do STF (Supremo Tribunal Federal) e determinou o início do cumprimento da pena de Azeredo. A defesa ainda tenta que pedidos de habeas corpus sejam aceitos pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça).