Conexão Brasília

Como os brasileiros estão vendo a crise política e quais são os candidatos viáveis para 2018?

O programa Conexão Brasília é transmitido às sextas-feiras, a partir das 14h45; assista

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A decisão que culminou no afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) de suas funções legislativas roubou as atenções em meio ao turbilhão de eventos políticos que marcaram a semana, com a configuração de um atrito crescente entre dois Poderes da República. Senado e Supremo Tribunal Federal entraram em rota de colisão com a possibilidade de os parlamentares derrubarem a determinação da Primeira Turma da Corte. Um estrago ainda maior tende a ser evitado, com a posição dos magistrados — considerada por muitos especialistas como uma exorbitação das atribuições do Judiciário — podendo ser reformada pelo pleno sem que a casa legislativa tenha que assumir postura mais drástica.

Do outro lado do Legislativo, na Câmara dos Deputados começou a tramitar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, que já abriu um novo flanco de negociação com os parlamentares para evitar surpresas negativas. Caberá a Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) a relatoria do processo na CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania). A escolha do deputado, considerado aliado do governo, tende a facilitar o caminho para a derrubada da última flechada lançada por Rodrigo Janot à frente da Procuradoria-Geral da República.

Mesmo com o noticiário intenso, o clima eleitoral cresce na política, à medida que o país se aproxima de mais uma corrida às urnas. Com o deadline para mudanças nas regras do pleito, os parlamentares tentam avançar nas negociações para o estabelecimento de um fundo de financiamento das campanhas, ao passo que os institutos de pesquisa avaliam os mais diversos cenários para as disputas majoritárias. Nesse sentido, um dos destaques da semana foi a divulgação da pesquisa Ipsos sobre a aprovação e desaprovação de figuras públicas do país — muitas delas muito cotadas para disputarem o cargo mais elevado da República. Também no quadro eleitoral, saiu a CNT/Ibope, que confirmou o governo Michel Temer persistindo no movimento de forte recuo em sua popularidade.

Aprenda a investir na bolsa

Para analisar esses e outros eventos que marcaram a semana no mundo político sob a perspectiva dos próprios brasileiros, o programa Conexão Brasília desta sexta-feira (29) recebeu, no estúdio da InfoMoneyTV, o cientista social Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs, terceira maior empresa de pesquisa no mundo.

Assista à íntegra dos dois blocos do programa abaixo:

BLOCO 1:

BLOCO 2:

PUBLICIDADE