Comitê japonês aprova retirada das tropas militares do Iraque

A proposta, feita pela oposição japonesa, ainda precisa da aprovação da Câmara Baixa, que tem maioria do governo

SÃO PAULO – O comitê de Relações Exteriores do Senado japonês aprovou, na última terça-feira (27), que as Forças de Autodefesa se retirem do território iraquiano. A proposta segue para votação, nesta quarta-feira (28), na Câmara de Conselheiros.

A saída das tropas militares foi sugerida pelo PD (Partido Democrático do Japão), de oposição, e que tem maioria de representantes na Câmara Alta.

Oposição e Governo

O PD já emitiu a proposta para a retirada do exército três vezes, em 2004, 2005 e abril deste ano. Essa é a primeira vez que a proposta é aprovada pelo comitê, cuja maioria dos membros faziam parte do governo até as últimas eleições, ocorridas em julho.

PUBLICIDADE

A oposição acredita que a lei que permite ao Japão auxiliar nas atividades de reconstrução do Iraque deveria ser abolida.

Após a votação desta quarta, a proposta deverá ser analisada pela Câmara Baixa, cuja maioria dos integrantes fazem parte do governo.