Comissão do Senado aprova horário unificado em todo o Brasil

Proposta, que ainda deve ser aprovada por outra comissão, prevê que todo o território siga o horário de Brasília

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou, na última terça-feira (16), a unificação dos horários brasileiros com base na hora de Brasília. A proposta está prevista em projeto de lei de autoria do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM).

O projeto, que segue para análise na CRE (Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional), em decisão terminativa, se aprovado eliminará a diferença de hora entre os estados do Amazonas, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima em relação ao restante do País, de acordo com a Agência Senado. Essas regiões têm uma hora a menos em relação a Brasília.

Integração Econômica

Segundo Virgílio, a diferença de horário representa um “obstáculo à maior integração do espaço econômico nacional; prejuízo de grande monta à integração econômica das populações e atividades realizadas na porção mais ocidental da área continental brasileira; deficiente integração dos centros comerciais e industriais de Manaus, Rio Branco, Cuiabá, Campo Grande, Porto Velho e Boa Vista nos negócios realizados nas praças Centro-Sul do país e enorme descompasso no ritmo vertiginoso de progresso nas comunicações e nos transportes”.

PUBLICIDADE

Já o senador Gim Argello (PTB-DF), ao apresentar parecer favorável à proposta, afirmou que os moradores desses locais apóiam a unificação. “Todos os estados brasileiros afetados por essa diferença estão vibrando, pois este é um problema que os atinge diretamente”, disse.