Comissão de três parlamentares pode conduzir investigações contra Renan

Anúncio deve acontecer na próxima terça-feira e aliados buscam saída honrosa para o presidente do Senado

SÃO PAULO – O nome do novo relator que conduzirá as investigações requeridas pelo P-SOL contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, deve ser anunciado na próxima terça-feira (26) pelo presidente do Conselho de Ética, Sibá Machado. Este será o terceiro relator, uma vez que Epitácio Cafeteira afastou-se por motivos de saúde e seu substituto, Wellington Salgado, renunciou ao cargo.

Sibá Machado não descarta a possibilidade de, em vez de escolher novo relator, nomear uma comissão de três parlamentares para conduzirem as investigações, já que o regimento interno do Senado prevê esta possibilidade, desde que os escolhidos sejam de partidos diferentes.

Aliados querem saída honrosa para Renan

Nesta segunda-feira (25), foram veiculadas informações de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus principais aliados no Senado estão preocupados em deixar uma brecha política e jurídica que permita a Renan Calheiros uma saída honrosa.

PUBLICIDADE

Entre as possibilidades que “agradam” os aliados está o licenciamento da presidência do Senado, renúncia ao comando da Casa ou, no limite, renúncia ao mandato sem perder o direito de concorrer nas próximas eleições.

O Planalto teme que uma crise longa prejudique sua agenda legislativa, dificultando a aprovação de itens de interesse do governo, como a prorrogação da CPMF e da DRU (Desvinculação de Receitas da União), instrumentos fundamentais para fechar as contas públicas.