MERCADOS AO VIVO Taxa de desemprego no Brasil atinge recorde de 14,6% no 3º trimestre, diz IBGE

Taxa de desemprego no Brasil atinge recorde de 14,6% no 3º trimestre, diz IBGE

Com problemas de saúde, Quércia renuncia oficialmente a candidatura ao Senado

O ex-governador afasta-se da disputa eleitoral para tratar a volta de um câncer de próstata e avalia a decisão como difícil

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-governador de São Paulo, Orestes Quércia, confirmou nesta segunda-feira (6), por meio de nota à imprensa, a desistência de concorrer ao Senado pelo PMDB. Após constatar a volta de um câncer de próstata na última sexta-feira, o candidato preferiu renunciar para dedicar-se ao tratamento médico.

“Entendo que essa atitude, nesse momento, apesar de difícil, é a mais correta a bem dos interesses da Coligação, do meu Partido, do meu estado e meu interesse em recuperar minha saúde”, disse Quércia em nota divulgada em seu site. Com a retirada de seu nome, a chapa Unidos por São Paulo (PSDB/PMDB/DEM/PPS/PSC/PHS/PMN) fica com apenas um candidato a senador, Aloysio Nunes Ferreira, ex-secretário chefe da Casa Civil do governo José Serra.

Ferreira deve herdar o tempo na televisão de Quércia. O agora ex-candidato pediu apoio ao tucano, dizendo acreditar que vê nele todas as condições para representar São Paulo no Senado, “pela sua história, seu compromisso com São Paulo e pela forma como ajudou José Serra a desenvolver seu trabalho.

Aprenda a investir na bolsa

Bom momento nas pesquisas 
Quércia sai da disputa em um momento que aparecia com 26% das intenções de vota na última pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 2 e 3 deste mês. O candidato estava tecnicamente empatado em segundo lugar com Netinho de Paula. A petista Marta Suplicy lidera a pesquisa com 33% das intenções de voto, enquanto Ferreira aparece com 12%, em quinto lugar na pesquisa.