Com ou sem relator, relatório do processo contra Renan será colocado em votação

Texto de Cafeteira que sugere arquivamento do processo será colocado em votação por Sibá Machado, que ameaça renunciar

SÃO PAULO – O presidente do Conselho de Ética, Sibá Machado, vai colocar em votação na próxima quarta-feira (27) o relatório do senador Epitácio Cafeteira, ex-relator do processo por quebra de decoro parlamentar contra o presidente do Senado, Renan Calheiros. O relatório sugere o arquivamento das denúncias contra Renan.

Sibá Machado afirmou que, mesmo sem um novo relator para o processo, o texto será colocado em votação e ainda ressaltou que, caso não haja acordo para sua votação, ele irá deixar a vaga de presidente do Conselho. “Se não chegarem a uma decisão, eu renunciarei ao cargo”, disse Sibá.

Questionado pela imprensa, Sibá afirmou que sua possível renúncia não é por motivo de pressão e disse não se sentir pressionado em favor de Renan por nenhuma força política. O presidente do Conselho também disse que a votação do texto de Cafeteira não é uma estratégia para “enterrar” o processo contra Renan.

P-SOL promete manifestação pública

PUBLICIDADE

Renan chamou nesta terça-feira de “esquadrão da morte” a manifestação pública contra sua permanência no comando da Casa Legislativa pelo P-SOL, que promete lançar uma campanha popular batizada de “Fora Renan”, cobrando o afastamento do presidente do Senado.

“Acho que tudo isso é um esquadrão da morte moral. São pessoas que ficam sem ter o que fazer, não tem o que apresentar à sociedade”, criticou Calheiros que ainda disse que não há provas de que ele teria utilizado recursos da empreiteira Mendes Júnior para o pagamento de pensão e aluguel à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha.