Sucessão do ministério

Com Meirelles potencialmente candidato, Congresso discute sucessão do ministro (e já tem um nome)

 Parlamentares começaram a defender que o atual presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, seja alçado ao posto, informa a coluna Painel, da Folha

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A possibilidade de que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, decida mesmo disputar a presidência, está levando o Congresso a discutir a sua sucessão no cargo, segundo informa a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. 

Segundo o jornal, líderes do governo fizeram chegar ao Planalto que o nome do secretário-executivo da pasta, Eduardo Guardia, não é bem-visto. Parlamentares começaram a defender que o atual presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, seja alçado ao posto. 

Meirelles tem buscado despistar se vai ser mesmo candidato à presidência. Em evento na semana passada, ele afirmou que está totalmente concentrado em seu trabalho no governo e ressaltou que cumprirá suas funções até o final do primeiro  trimestre do ano que vem – quem for disputar as eleições terá de deixar o governo até abril. “A partir daí, vamos olhar a situação e tomar uma decisão”, afirmou.

Aprenda a investir na bolsa

“Se eu serei candidato em 2018, importante agora é que Brasil cresça ano que vem”, disse ele. “Estou totalmente concentrado no meu trabalho como ministro da Fazenda.”