MERCADOS AO VIVO Índice Dow Jones ultrapassa os 30 mil pontos pela primeira vez na história

Índice Dow Jones ultrapassa os 30 mil pontos pela primeira vez na história

Lava Jato

Com certeza de que Palocci levará Lula de novo ao centro da Lava Jato, PT discute plano B para 2018

Segundo coluna Painel, da Folha, alguns nomes como Fernando Haddad e  Jaques Wagner estão na mesa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a certeza de que a delação do ex-ministro Antonio Palocci deve levar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mais uma vez ao centro da Lava Jato intensificou conversas dentro da legenda sobre um plano B para a eleição presidencial de 2018.

Segundo a coluna, algumas opções são lembradas: o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (SP) e o ex-governador Jaques Wagner (BA). Já o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), apontado como alternativa de fora do partido, desagrada parte dos petistas, como o presidente da sigla, Rui Falcão.

Na última sexta, foi revelado que Palocci decidiu negociar um acordo de delação premiada com os procuradores da Operação Lava Jato. Ele avisou o seu advogado de defesa, o criminalista José Roberto Batochio, que terá de se afastar do caso, já que “por princípios” ele não defende quem faz delação.

Aprenda a investir na bolsa

A negociação do acordo será feita por dois advogados de Curitiba, Adriano Bretas e Tracy Reinaldeti. Os dois já haviam sido contratados por Palocci, mas, sem maiores explicações, o ex-ministro rompeu o acerto inicial. O ex-ministro é réu em dois processos na Lava Jato.