Eleições

Com 11% das intenções de voto, Campos minimiza resultado de pesquisa Ibope

"No atual momento, nenhuma pesquisa reflete cenários eleitorais, mas sim, o conhecimento de cada candidato e o sentimento da população", disse Campos em sua conta no Facebook

Pernambuco 247 – O ex-governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, comentou em sua página pessoal no Facebook sobre o resultado da pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (22), onde o socialista aparece com 11% das intenções de voto. Apesar de ter crescido cinco pontos percentuais em comparação com a pesquisa anterior, Campos que os números “não representam o cenário eleitoral”, refletindo apenas o conhecimento do eleitorado em torno de cada candidato. Nesta última pesquisa, a presidente Dilma Rousseff (PT) registra 40% das intenções de voto, enquanto o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) figura com 20%.

“No atual momento, nenhuma pesquisa reflete cenários eleitorais, mas sim, o conhecimento de cada candidato e o sentimento da população”, postou o socialista em sua conta oficial do Facebook. “O povo já escolheu a mudança. Tenho certeza que quanto mais brasileiros conhecerem a nova forma de fazer política que eu e Marina Silva [ex-ministra Marina Silva, vice na chapa de Eduardo (PSB)] estamos mostrando, mais pessoas vão se identificar com esse projeto e converterão o desejo de mudança em ação transformadora”, acrescentou o ex-governador.

Já o coordenador da pré-campanha de Campos à Presidência, Carlos Siqueira, comemorou os resultados obtidos na pesquisa do Ibope. “Considerando que ele ainda é um candidato pouco conhecido, há uma ascendência”, comentou Siqueira, para o jornal O Globo. “Na medida em que ele vai se tornando conhecido, tem uma empatia com o eleitorado, ele vai melhorando o desempenho”, acrescentou.

PUBLICIDADE

O senador e presidenciável tucano, Aécio Neves (MG), que apresentou o maior crescimento na pesquisa (de 14% para 20%), divulgou uma nota comemorando os últimos resultados obtidos na pesquisa. “Os dados da última pesquisa confirmam o crescimento da nossa candidatura já apontada por todos os outros institutos, confirmando também crescimento do conjunto de oposições. O resultado aponta, cada vez mais, para um cenário de segundo turno”, afirmou o parlamentar, destacando também o desejo de mudança apontado na pesquisa.

Os resultados da pesquisa também foram comemorados pelo PT. Nos dados, a presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, subiu de 37% para 40% das intenções de votos. “Os dados indicam a estruturação de um campo completamente favorável [para Dilma], em todas as classes e regiões. Além disso, se a eleição fosse hoje, Dilma venceria no primeiro turno”, afirmou o presidente do PT, Rui Falcão.

Esta matéria foi publicada originalmente no Brasil 247. Para conferir, clique aqui