CNT/Sensus mostra avanço na avaliação positiva do governo Lula

Pesquisa divulgada nesta manhã indica que as opiniões positivas em relação ao presidente passaram de 46,5% a 52,7%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A 91ª pesquisa CNT/Sensus foi divulgada nesta segunda-feira (18) pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) e mostrou crescimento da avaliação positiva do governo.

A pesquisa foi realizada entre 11 e 16 de fevereiro, em 136 municípios nas cinco regiões brasileiras, tendo ouvido duas mil pessoas.

Enquanto em outubro de 2007 a avaliação positiva do presidente Lula era de 46,5% e a negativa 16,5%, na pesquisa divulgada esta manhã as opiniões positivas passaram a 52,7% e as negativas a 13,7%.

Aprenda a investir na bolsa

A melhora também foi vista em relação à aprovação do desempenho pessoal do presidente, que passou de 61,2% para 66,8% no mesmo período.

Crise econômica

A pesquisa também avaliou o conhecimento da população brasileira sobre os impactos das turbulências nos mercados internacionais. Dos entrevistados, 55,3% disseram ter conhecimento de uma possível crise econômica mundial.

Dentre esses, apenas 23,2% acreditam que o Brasil está preparado para enfrentar a crise, enquanto 70,8% pensam o contrário.

Por outro lado, a pesquisa indicou que a maior parte dos entrevistados (60,9%) entende que a economia do País não vai parar de crescer, enquanto 5,2% acreditam que o crescimento do Brasil vai durar somente seis meses.

Eleições

Em relação às eleições municipais, a pesquisa CNT/Sensus mostrou rejeição significativa aos candidatos apoiados por Lula, sendo que 25,9% dos entrevistados afirmaram que não votariam em indicações do presidente.

Já nas eleições de 2010, os entrevistadores indicaram quatro listas alternando possíveis candidatos para o primeiro turno, sendo os principais José Serra, Ciro Gomes e Heloísa Helena. Nas três listas em que aparece, Serra leva a maioria das intenções de voto. Na quarta lista, sem a presença de Serra, Ciro Gomes é que leva a vantagem.

PUBLICIDADE