CNT/Sensus: Lula termina mandato com nível de popularidade recorde

Governo petista é avaliado como positivo por 83,4%, maior marca desde 2006; presidente encerra com 87% de aprovação

SÃO PAULO – A avaliação positiva do governo Lula atingiu em dezembro seu maior nível desde abril de 2006, de acordo com a pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta quarta-feira (29). Do total de 2 mil pessoas consultadas, 83,4% se mostraram satisfeitas com o governo do atual presidente – o mais elevado percentual dentre as 22 pesquisas realizadas entre abril de 2006 e dezembro de 2010.

Ao mesmo tempo, o patamar das análises negativas sobre o governo foi o menor da série histórica CNT/Sensus, de 2,2% em dezembro. Enquanto isso, 13,7% das pessoas consultadas no estudo avaliam o governo Lula como regular. A pesquisa revelou ainda que 87% dos consultados aprovam o presidente Luis Inácio Lula da Silva, independente do desempenho do governo. Esta também foi a maior média da série histórica CNT/Sensus, sendo que na última pesquisa, realizada em setembro deste ano, este percentual era de 80,7%.

Em meio a este cenário, 63,9% das pessoas acreditam que o governo Lula desenvolveu muito ao longo dos últimos oito anos no ponto de vista econômico. Do lado social, 57,8% acreditam que o País desenvolveu muito neste quesito.

PUBLICIDADE

Dilma Rousseff deve fazer um bom governo, diz pesquisa
As pessoas consultadas pelo estudo também opinaram acerca das perspectivas para os próximos quatro anos. O resultado mostrou que a maioria, ou 41,5% do total, acredita que a presidente eleita Dilma Rousseff fará um bom governo. Enquanto isso, 27,7% apostam em um governo excelente e apenas 2,7% creem que ele será péssimo.

Ao contrário das análises para o governo Lula, as perspectivas das pessoas ficaram um tanto quanto divididas em relação ao nível de desenvolvimento nos próximos anos. Isso porque, 43,7% dos consultados afirmaram que o governo Dilma irá desenvolver muito no ponto de vista econômico, enquanto que 39,8% acreditam que irá desenvolver pouco.

No ponto de vista social, as análises também são parecidas. 43% das pessoas afirmaram que o governo Dilma vai desenvolver muito, ao passo que 39,9% dos entrevistados veem pouco desenvolvimento nos próximos quatro anos.

Maioria aposta que governo Dilma será continuidade do governo Lula
De acordo com a CNT/Sensus, 65% das pessoas consultadas avaliam que o governo Dilma será uma continuidade do governo Lula. Essa análise foi negada por apenas 23% dos entrevistados, ao passo que 8,5% deles concordaram em parte com a afirmação.

Em relação aos ministros do governo de Dilma Rousseff, as opiniões ficaram divididas: 16,6% das pessoas votaram em ótimo, 28,9% em bom e 23,5% avaliaram como regular. Os votos em ruim e péssimo somaram 3,9% e 3,1%, respectivamente, enquanto que 24,2% dos consultados não sabem ou não responderam.

A pesquisa CNT/Sensus revelou ainda que 27,5% das pessoas acham que as indicações dos ministros do governo Dilma foram do atual presidente, Luis Inácio Lula da Silva. Cabe destacar que alguns nomes do ministério do governo Lula foram mantidos para o próximo governo, como é o caso do ministro da Fazenda, Guido Mantega.

PUBLICIDADE

Sobre a pesquisa
A CNT (Confederação Nacional do Transporte) entrevistou 2 mil pessoas em 136 municípios nas cinco regiões do País entre 23 e 27 de dezembro deste ano. A margem de erro é de 2,2% para mais ou para menos.