CNT/Sensus: Alckmin sobe quase 8 pontos, mas Lula segue eleito em 1º turno

Com conturbado noticiário político, tucano passou de 19,6% para 27,5%; Lula, no entanto, tem 59% dos votos válidos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Apesar do conturbado noticiário político e do escândalo envolvendo petistas na negociação de compra do dossiê contra os tucanos José Serra e Geraldo Alckmin, Luiz Inácio Lula da Silva segue eleito em primeiro turno com 59% dos votos válidos. Geraldo Alckmin cresceu de forma significativa nas pesquisas, mas nada que ameaçasse a liderança do ex-líder sindical.

Segundo levantamento realizado pelo Instituto Sensus, sob encomenda da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Lula tem agora 51,1% das intenções de voto, cifra muito próxima dos 51,4% registrados na última semana. Alckmin subiu de 19,6% para 27,5%.

A pesquisa revelou que 59,1% dos entrevistados disseram ter conhecimento do escândalo do dossiê. No entanto, apenas 5,3% desse total afirmaram que vão mudar o voto e não votarão mais em Lula por conta do episódio.

Dados da pesquisa

Aprenda a investir na bolsa

O Instituto Sensus entrevistou 2.000 pessoas entre os dias 22 e 24 de setembro, em 195 municípios do país. A margem de erro da sondagem é de 3 pontos percentuais.