CNI/Ibope: Dilma vê diferença com Serra cair para 5 pontos percentuais

Na corrida pelo Palácio do Planalto, ministra possui 30% das intenções de voto, enquanto governador cai para 35%

 

 

SÃO PAULO – Segundo pesquisa do Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, mantendo sua trajetória de ascensão, diminui de 21 para 5 pontos percentuais sua diferença frente ao governador de São Paulo, José Serra, na corrida presidencial.

 

Serra e Dilma
No cenário mais provável, Dilma retém agora 30% das intenções de votos, 13 p.p. acima da pesquisa realizada em dezembro. Por sa vez, o tucano registra 2 p.p. abaixo da última publicação, com 35% das intenções. 

O deputado Ciro Gomes, do PSB, também viu suas chances minguarem, passando dos 13% para 11%, enquanto que a pré-candidata do PV, a senadora Marina Silva, obteve manutenção das intenções de voto em 6%. 

Aécio e Dilma
Em um segundo provável cenário, sai Serra e entra o governador de Mina Gerais, Aécio Neves. Nele, a ascensão de Dilma é ainda maior, de 14 pontos percentuais, atingindo 34% das intenções e assumindo a liderança. 

Ciro galga à segunda colocação, totalizando 21% das intenções (antes em 26%). Por sua vez, Aécio perde 1 p.p., alcançando 13% das intenções, mesma perda registrada por Marina, que ficou com 8%. 

Disputa sem Ciro
Além dos dois cenários, a pesquisa traçou também como ficariam as eleições sem a presença de Ciro Gomes. No entanto, o resultado foi bastante semelhante. Quando Serra é o candidato do PSDB, a diferença entre ele e Dilma mantém-se nos 5 pontos percentuais, com o tucano detendo 38% das intenções de voto.

Já quando o candidato passa a ser Aécio, a ministra atinge 39% das intenções, enquanto que o governado de Minas passa a ter 18%. 

Segundo turno
Em um provável segundo turno, os cenário de maior probabilidade – PT versus PSDB – são dois: Dilma contra Serra e Dilma contra Aécio. No primeiro, Serra leva a melhor, com 44% das intenções (39% para Dilma). Quanto ao segundo, Dilma vence com 49%, ante 24% de Aécio. 

Lula na dianteira
Por fim, outro destaque registrado na pesquisa foi a estimativa de uma eleição espontânea – aquela em que não é dado ao entrevistado uma lista de candidatos. Neste cenário, o presidente Lula é o mais lembrado (20%), seguido por Dilma (14%) e Serra (10%).

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE