RADAR INFOMONEY AO VIVO Privatização de refinarias da Petrobras é julgada pelo STF; entenda o que está em jogo

Privatização de refinarias da Petrobras é julgada pelo STF; entenda o que está em jogo

Eleições

CNI/Ibope: Dilma abre 8 pontos no 1º turno e empata com Marina no 2º turno

Apesar do empate, pesquisa mostrou queda de 2 pontos para a candidata do PSB, enquanto a petista subiu 2 pontos

SÃO PAULO – Pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira (12) mostrou a candidata do PT, Dilma Rousseff na frente das intenções de voto no primeiro turno, com 39%, 8 pontos na frente de Marina Silva, que tem 31% dos votos. Porém, na comparação com a última pesquisa, de 2 de setembro, Dilma subiu 2 pontos, enquanto Marina caiu 2 pontos.

Enquanto isso, o candidato do PSDB, Aécio Neves, segue na terceira posição e agora tem 15% das intenções. Pastor Everaldo, do PSC, tem 1%. Brancos e nulos somam 8% e não sabem ou não responderam têm 5%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

A pesquisa também comprovou o que tem sido visto nos últimos dias: um empate no segundo turno. Caso a disputa seja entre Dilma e Marina, a candidata do PSB fica com 43% enquanto a petista registra 42%. Em uma disputa entre Dilma Rousseff e Aécio Neves, a petista venceria o tucano por 48% contra 33%. Além disso, a CNI também fez uma simulação entre Aécio e Marina. Neste caso, a pessebista ganharia por 51% a 27%.

PUBLICIDADE

O levantamento foi realizado entre os dias 5 e 11 de setembro, em 144 municípios brasileiros. Foram ouvidos 2.002 eleitores. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o protocolo BR-00593/2014.

Aprovação
Em relação à aprovação do governo Dilma, os eleitores que avaliam como bom ou ótimo subiu de 36% da última pesquisa para 38%, enquanto o percentual de entrevistados que veem o governo como regular caiu de 37% para 33%. Já a avaliação de um governo ruim ou péssimo avançou de 26% para 28%.

Enquanto isso, a maneira de governar da presidente é aprovada por 48% dos entrevistados, contra 46% que desaprovam. Já a confiança na presidente chega a 50%, ante 45% que desconfiam. Ainda de acordo com o Ibope, a popularidade de Dilma teve crescimento maior na região sul, onde passou de 36% para 49% entre junho e setembro. Porém, ela continua sendo melhor avaliada no nordeste, onde 59% dos entrevistados confiam nela e 63% aprovam sua maneira de governar.

Rejeição
Em relação à rejeição, a candidata petista também lidera, com 42% dos entrevistados afirmando que não votariam em Dilma de jeito nenhum, seguida de Aécio, que tem 34% neste critério. Já Marina Silva tem a menor rejeição, com 26% dos eleitores afirmando não votarem nela.

Por outro lado, a pesquisa também mostra que 32% das pessoas votariam com certeza em Dilma Rousseff, contra 26% de Marina Silva e 15% de Aécio Neves. A possibilidade de voto é maior entre Marina Silva, com 37%, contra 34% de Aécio Neves e 20% de Dilma.