Eleições 2018

Ciro Gomes protagoniza confusão com oficial de Justiça após debate da Globo

Candidato enfrenta processo eleitoral movido por João Doria (PSDB), que concorre ao governo de São Paulo

SÃO PAULO – O candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) protagonizou uma confusão após o fim do debate transmitido pela Rede Globo até a madrugada desta sexta-feira (5). Segundo o presidenciável, ele foi procurado em seu camarim por um oficial de Justiça que pretendia notificá-lo de um processo eleitoral movido por João Doria (PSDB), candidato ao governo de São Paulo, a quem o presidenciável teria chamado de “farsante”. 

“A Globo colocou o oficial de Justiça dentro do meu camarim. O Doria conseguiu que uma juíza do Rio de Janeiro mandasse o oficial de Justiça agora, uma hora da manhã, no camarim que a Globo deu, e a Globo deixou o cara entrar, para me notificar de uma ação do Doria contra mim”, disse Ciro. “Eu chamei [Doria] de farsante. Quando eu penso que ele é mesmo um corrupto”, reclamou Ciro.

O candidato não foi até o camarim, mas foi seguido pelo oficial de Justiça até a sala onde os presidenciáveis concederam entrevista coletiva a jornalistas após o debate. Depois de se queixar da situação, seguranças tentaram formar um cordão de isolamento, mas o político chegou a ser informado verbalmente. O candidato foi alcançado pelo oficial de Justiça que, sem conseguir entregar o documento, passou a ler a notificação para Ciro. 

PUBLICIDADE

Quer investir melhor? Clique aqui e abra agora sua conta na XP Investimentos!