Chuvas fortes causam enchentes e deixam mais de 650 desabrigados em Santa Catarina

Segundo a Defesa Civil catarinense, os temporais provocaram estragos e destruição em pelo menos 24 municípios do estado até o fim da noite de domingo (19); 117 pessoas estavam desalojadas

Fábio Matos

Rio do Sul, em Santa Catarina, é uma das cidades mais afetadas pelas fortes chuvas que atingiram o estado (Foto: Patrick Rodrigues/ NSC)
Rio do Sul, em Santa Catarina, é uma das cidades mais afetadas pelas fortes chuvas que atingiram o estado (Foto: Patrick Rodrigues/ NSC)

Publicidade

Além do estado de calamidade no Rio Grande do Sul, fortes chuvas castigaram parte de Santa Catarina, também na região Sul do país, no último fim de semana.

Segundo informações divulgadas pela Defesa Civil catarinense, os temporais provocaram estragos e destruição em pelo menos 24 municípios do estado até o fim da noite de domingo (19).

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

As autoridades locais informaram que pelo menos 117 pessoas estavam desalojadas (abrigadas em casas de amigos ou familiares) e havia 654 desabrigados. Uma pessoa estava desaparecida.

Até o momento, 8 cidades de Santa Catarina decretaram situação de emergência:

O município de Rio do Sul, localizado no Vale do Itajaí, foi a cidade mais afetada pelas enchentes: 483 moradores tiveram de deixar suas residências e ir para abrigos públicos. No sábado (18), a cidade registrou o dia mais chuvoso dos últimos 8 anos.

Continua depois da publicidade

Já em São João do Sul, no sul do estado, a enchente vem causando estragos desde o início do mês. A cidade, que faz divisa com o Rio Grande do Sul, tem vários bairros ilhados neste momento.

Fábio Matos

Jornalista formado pela Cásper Líbero, é pós-graduado em marketing político e propaganda eleitoral pela USP. Trabalhou no site da ESPN, pelo qual foi à China para cobrir a Olimpíada de Pequim, em 2008. Teve passagens por Metrópoles, O Antagonista, iG e Terra, cobrindo política e economia. Como assessor de imprensa, atuou na Câmara dos Deputados e no Ministério da Cultura. É autor dos livros “Dias: a Vida do Maior Jogador do São Paulo nos Anos 1960” e “20 Jogos Eternos do São Paulo”