AO VIVO Radar InfoMoney: Klabin tem aval para incorporar Sogemar, leilão da Oi e desemprego recorde; assista ao programa desta 6ª

Radar InfoMoney: Klabin tem aval para incorporar Sogemar, leilão da Oi e desemprego recorde; assista ao programa desta 6ª

Eleições

“Chega de desastre”: Doria diz que vai lutar com todas as forças contra Lula em 2018

Segundo o tucano, o petista foi um dos motivos que o levaram a entrar para a política e disputar a Prefeitura de São Paulo em 2016

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que usará todas as suas forças “como cidadão e como prefeito” contra a eventual candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República em 2018. “Basta! Já chega do desastre que colocaram no Brasil”, disse, em entrevista à Reuters.

Segundo o tucano, o petista foi um dos motivos que o levaram a entrar para a política e disputar a Prefeitura de São Paulo em 2016, em que derrotou o então prefeito Fernando Haddad (PT). 

Doria criticou o que classificou de “assalto ao dinheiro público”, “roubo generalizado” e “mentiras e promessas não cumpridas”, em referência às administrações federais do PT. 

Aprenda a investir na bolsa

Por mais de uma vez, o prefeito de São Paulo criticou publicamente Lula, chamando-o de “cara-de-pau”, mas negou que tais declarações tenham objetivos eleitorais.

Ele, no entanto, desconversou quando perguntado se disputaria o cargo de presidente nas próximas eleições. “O futuro a Deus pertence”, disse.

Com a popularidade em alta junto ao eleitorado, o nome de Doria tem sido cotado como uma alternativa do PSDB ao Planalto, mas o prefeito já negou que será desleal a seu padrinho político, Geraldo Alckmin.

O governador é um dos potenciais candidatos tucanos, ao lado dos senadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP).