Chávez é reeleito com ampla vantagem e deve governar a Venezuela por mais seis anos

Com 78,31% dos votos apurados, o atual presidente aparece com 61,38% dos votos contra 38,39% do seu rival, Manuel Rosales

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Hugo Chávez foi reeleito para governar a Venezuela até 2013, premiado com uma ampla vantagem sobre o seu rival, Manuel Rosales. Com 78,31% dos votos apurados, o atual presidente aparece com 61,38% dos votos contra 38,39% do seu principal desafiante.

As eleições, que ocorreram no último domingo, foram calmas e contaram com a presença de observadores internacionais que não encontraram problemas no processo. Dados preliminares apontam que cerca de 70% dos eleitores compareceram às urnas. A Venezuela tem quase 24 milhões de habitantes (dados de 2001) e é o quarto maior exportador de petróleo do mundo.

Eleito pela terceira vez

Após a divulgação do resultado, Chávez afirmou que a democracia saía fortalecida da eleição. Meia hora depois, Rosales reconheceu a derrota. A vitória de Chávez vem amparada pelos programas sociais do seu governo e pelo crescimento econômico de 9% ao ano.

Aprenda a investir na bolsa

Ex-coronel do Exército, Chávez foi eleito pela primeira vez em 1998 com 57% dos votos e, acusado de antidemocrático após editar leis polêmicas, convocou novas eleições em 2000, quando venceu com 59% dos votos. Em 1992, Chávez participou de uma tentativa frustada de golpe militar e acabou preso.

Desta forma, Chávez vence a terceira eleição para a presidência. Mas, antes das eleições, Chávez prometeu realizar uma reforma política para que o chefe de Estado possa exercer mais de dois mandatos consecutivos, como dita a atual lei venezuelana.